Pular para o conteúdo principal

Carteira G65 Imóveis 2017–Rendimento acumulado do ano (6,63%)

1 – PERFIL DA CARTEIRA G65 IMÓVEIS
A carteira G65 Imóveis teve início em maio de 2007 e seu objetivo é a obtenção de renda através da locação dos imóveis. Fazem parte da carteira uma casa e cinco apartamentos. Estes imóveis são voltados para a classe média e estão situados em áreas nobres de uma cidade com 320.000 habitantes, que vem apresentando um notório crescimento econômico e populacional desde 2000, além de um excelente desenvolvimento da infraestrutura.


2 – CONSIDERAÇÕES INICIAIS O mercado de locação de imóveis na cidade onde estão localizados os imóveis da carteira ainda sofre fortemente as consequências da crise econômica. Durante as negociações de renovações dos contratos de locação é muito comum a manutenção ou a redução da taxa de aluguel. Os poucos proprietários que ainda não estão propiciando um ambiente aberto à flexibilização dos reajustes dos aluguéis estão com as suas unidades vagas e estão arcando com os custos do condomínio e IPTU. Nos dias atuais, claramente se per…

A decisão, o fim de um processo




Não resta dúvida que para muitos o mercado de ações é fascinante e extremamente excitante. Ele é capaz de potencializar sentimentos obscuros e típicos da natureza humana como a cobiça, o egoísmo, a soberba e a ganância.  Os investidores que se encontram neste estado de overdose de emoções tornam-se arquitetos de complexas operações “vencedoras”  isentas de fundamentos consistentes. Decisões sem base levam muitos ao preciso caminho rumo ao fracasso.

Não é raro encontrar pessoas que operam com a mente entorpecida por pensamentos como:

  • Ah, se eu não tivesse tido pressa para finalizar esta operação , teria ganhado uma bolada.
  • Vou operar opções afinal,  o que rende 45% em um dia?
  • Se quiser ficar rico em pouco tempo opere alavancado com derivativos

Espera-se que pensamentos carregados de emoções se esvaiam da mente do investidor com seu avanço nos estudos a respeito da dinâmica do mercado financeiro, com o acúmulo de  experiências adquiridas ao realizar operações e com a conquista da verdadeira disciplina e autocontrole.

Os investidores “velhos de mercado” sabem que um bom processo decisório envolve os seguintes pontos básicos:

  • conhecimento mínimo a respeito do mercado de ações.
  • Estratégia de investimento bem definida.
  • Capacidade de antever cenários mais prováveis para uma dada ação ou setor.
  • Controle emocional.

Quanto mais desenvolvido o investidor estiver em tais pontos, melhor será o seu processo decisório e bem embasados estarão os argumentos para posterior explanação a respeito do desempenho de sua carteira.


Comentários